Causas das Estrias

 

As estrias resultam geralmente do estiramento da pele. Estas marcas são mais intensas, quando há um aumento dos níveis de cortisona, uma hormona produzida pelas glândulas supra-renais. A cortisona enfraquece as fibras elásticas da pele, sendo assim uma das principais causas do surgimento de estrias.

 

As estrias podem se desenvolver em várias circunstâncias, como:

 

Gravidez - A maior parte das grávidas têm estrias na parte final da gravidez, devido a factores hormonais, bem como devido ao estiramento da pele.

Ganho de Peso - As estrias, por vezes, surgem quando ocorre um aumento de peso substancial. Os adeptos de musculação podem também desenvolver estrias, especialmente nos braços. 

Medicação - Cremes à base de corticosteróides, loções, comprimidos e outro usos de esteróides orais ou sistémicos podem causar estrias.

Doenças - A síndrome de Cushing e doenças das glândulas supra-renais podem causar estrias generalizadas, assim como a síndrome de Marfan, síndrome de Ehlers-Danlos e outros distúrbios de origem hereditária (genética).

 

Os adolescentes também estão particularmente susceptíveis ao aparecimento de estrias. As hormonas glucocorticóides, responsáveis ​​pelo desenvolvimento de estrias, afectam a derme, impedindo a formação de fibroblastos de colagénio e fibras de elastina, necessárias para manter a pele esticada. Isto cria uma falta de material de suporte, como a pele é esticada, levando a que ocorra um rasgo ao nível dérmico e epidérmico.

Pele sujeita a demasiada força de alongamento irá rasgar. As alterações hormonais e genéticas influenciam a capacidade da pele para suportar as forças de alongamento.