Tratamento de Estrias Brancas

 

Cerca de 90% das mulheres sofrem com estrias, pelo que não é com surpresa que encontramos muitos cremes e loções nos departamentos estéticos dos supermercados que prometem eliminar estas marcas. Contudo, após a sua formação, as estrias são muito difíceis de eliminar e, depois de assumirem uma tonalidade cinza ou branca, o nível de dificuldade sobe substancialmente. Existe formas de tratamento de estrias brancas, apesar de muitas serem dispendiosas e consumirem bastante tempo.

 

Causas das Estrias

 

Entre as causas para as estrias, encontramos desde logo factores como o rápido ganho ou perca de peso, devido à tensão que se coloca na pele, superior à sua capacidade de estiramento. A maior parte das mulheres grávidas desenvolve estrias, bem como muitos adolescentes à maneira que experienciam o seu crescimento. As marcas também podem surgir com a obesidade.

 

Os Diferentes Estados das Estrias

 

Quando as estrias se desenvolvem, dependendo da pele, elas têm uma tonalidade vermelha, rosa ou mesmo castanha. Esta é a melhor altura para tratar as estrias, enquanto estão na sua fase inicial. Eventualmente, as estrias tornam-se de cor cinza ou branca e é precisamente nessa altura que são mais difíceis de remover. Para prevenir as estrias, deve-se evitar flutuações céleres de peso, quer em termos de ganhos quer em termos de perda de peso, e hidratar as áreas propensas ao surgimento de estrias.

 

Tratamento para Estrias Brancas

 

Na sua fase inicial, as estrias podem ser tratadas através de tratamentos tópicos, como cremes específicos para remoção de estrias. Contudo, após esta fase, as estrias requerem outro tipo de tratamentos. A única forma de remover estrias brancas de forma definitiva é através de tratamentos invasivos como a cirurgia, embora existam outram formas para desvanecer substancialmente as estrias.

Esse tipo de tratamentos invasivos não é barato, mas é muito eficaz. A abdominoplastia é indicada especialmente para as estrias que surgem devido à gravidez e para as causadas por muita perca de peso.

O tratamento a laser é também outra opção, em que os feixes de luz centram-se em secções individuais de pele durante cada tratamento. Irão ser necessárias, contudo, várias visitas ao médico. Quando os tratamentos estiverem completos, a pele circundante não afectada irá agir como uma barreira e ajudar no processo de regeneração.

A dermoabrasão também é indicada para o tratamento de estrias antigas, para desvanacer as mesmas, embora não as remova totalmente, pois este tratamento incide sobre a camada superficial da pele (tem um efeito de "lixa") e as estrias localizam-se na camada intermédia da pele, isto é, na derme.

Existem vários outros tipos de tratamento como: a fototerapia para repigmentação; os peelings de ácido glicólico, que são muitas vezes utilizados para reduzir o aparecimento de estrias; o ácido alfa hidroxila vem em várias concentrações e pode ser feito e aplicado num spa, num consultório médico ou mesmo em casa. Este último caso, pode requerer vários tratamentos e manutenção contínua.

Se você precisa de uma solução rápida, tente loções para bronzeamento artificial. Estes podem esconder as estrias brancas, as quais deste modo misturam-se a com pele circundante e não são tão perceptíveis.